Notícia

Como formalizar uma Startup é tema do Iguassu Valley Toledo

sexta, 24 de janeiro de 2020
ACIT

Ter uma ideia de um negócio inovador, com custos relativamente baixos e potencial de grande crescimento, não basta para iniciar uma Startup. É fundamental buscar orientação especializada para constituir a empresa de forma legal. Isso vai garantir que o empreendedor não perderá oportunidades de receber investimentos ou até mesmo vender seu negócio por conta da falta de controle.

O assunto foi tema do segundo encontro neste ano do Iguassu Valley Toledo, na sexta-feira (24), na Acit. O contador e consultor Paulo Duarte, da Eco Contabilidade, apresentou o tema ‘Como formalizar sua Startup, do zero ao MEI, do MEI a ME (Microempresa) ou EPP (Empresa de Pequeno Porte).

Segundo Paulo Duarte, a ideia foi orientar sobre como iniciar um negócio de forma correta, mostrar os caminhos legais para a formalização de uma Startup, desde a escolha do tipo jurídico adequado, e procurar orientação jurídica, contábil e fiscal em todas as etapas. “Hoje existe uma tendência de simplificação dos processos, mas é importante atender as normas, para que empreendedor desenvolva sua ideia de negócio com segurança”, explica.

Ao atender as normas de constituição legal de uma empresa, como por exemplo, o registro de marca e de patente do produto, as questões de governança e compliance, o empreendedor terá mais garantias para expandi-la. “Geralmente se tem a ideia da informalidade, mas não pode ser tão informal a ponto de depois não conseguir levar adiante este negócio.  É fundamental ter a segurança jurídica para resguardar o direito dessa ideia desde o início. Além disso, na hora em que surgir uma oportunidade de ter um investidor na Startup ou mesmo de vendê-la, o negócio não seja desvalorizado por conta de riscos que apresente, seja no aspecto fiscal ou trabalhista, ou pela falta de segurança jurídica”, destaca o contador.

Orientações importantes

Na avaliação do coordenador do Iguassu Valley Toledo, Márcio Pinheiro, o encontro foi muito esclarecedor, mostrando que o empreendedor deve tomar decisões assertivas para iniciar uma Startup. “Foi uma importante contribuição e aprendizado ao grupo na questão legal para começar um negócio formalmente. Não é algo simples, é complexo para tomar as decisões iniciais de que tipo de empresa vai abrir, sendo preciso entender onde se quer chegar com o negócio, porque senão você vai começar de uma forma irregular e vai acabar tendo problemas legais, tributários, previdenciários, entre outros”, salienta.

As reuniões são abertas a todos os interessados e acontecem todas as sextas-feiras, das 8h às 9h, no auditório da Associação Comercial e Empresarial de Toledo (Acit).

Fonte: Assessoria de Imprensa Acit